Seja seu melhor amigo

Vamos pensar uma coisa juntos:

Para que estamos nesta vida?

Independente de reflexões religiosas, existe alguma função para estarmos vivendo as nossas vidas, criando nossos filhos, fazendo nossos trabalhos, adquirindo nossas coisas e tudo mais que fazemos enquanto somos parte desta fase do tempo, neste mundo, nesta vida.

E já que estamos por aqui, já que é esta a vivência que nos cabe, já que estamos todos juntos habitando este planeta, a melhor escolha a fazer deve ser crescer e evoluir, amadurecer e aprender a dar as melhores respostas que pudermos para as situações que vivemos.

Viver é acumular experiências. Cada dia, cada hora, cada situação é uma experiência, que mesmo quando se repete é diferente, tem um detalhe, um clima, um sentimento diferente. Podemos viver coisas muito parecidas em nosso cotidiano, mas jamais serão vivências absolutamente iguais. Essa exclusividade é o que nos faz seres únicos, capazes de viver numa vida única. E precisamos entender minimamente sobre nós mesmos para que esta existência por aqui seja satisfatória. Independente de nossas crenças filosóficas ou religiosas, saber quem somos é o primeiro passo para sentirmos prazer em viver.

Somos o que acreditamos ser.

Esta é a grande frase de todos os cursos sobre liderança que existem. Em lugares assim aprendemos que devemos manter os pensamentos positivos, que a vida é bela e que tudo vai dar certo sempre! Uma carga máxima de otimismo é jogada sobre nós e se por acaso não nos sintonizarmos com o positivo, nos sentiremos completamente inadequados e culpados diante da turma de pessoas que são mais positivas e otimistas que nós.

E quando as coisas não caminham como desejamos, quando a vida se torna mais difícil do que pretendíamos ou quando passamos por uma crise? O que fazer?

Se eu puder estimular você a pensar sobre isso, gostaria que você fizesse um pacto consigo mesmo: Seja seu melhor amigo.

Entre em contato com você mesmo e seja generoso. Sendo assim, seja generoso também com sua história de vida, com as dificuldades que passou. Pare um momento em sua rotina e pense em como você é, como sente e percebe o seu mundo e como chegou até aqui.

Nós não somos educados para isso, não tivemos tempo para pensar em nossas próprias vidas e vamos vivendo sem parar, sem sentir.

Sei que muitas vezes não é fácil, mas é preciso, já que esta é a única forma que existe para sair de uma crise ou de um problema de maneira eficiente.

Olhar para dentro traz inúmeras possibilidades de mudança. Tudo o que você percebe que não está mais funcionando como antes aí dentro, os sentimentos que já não valem mais, os pensamentos que só servem para atrasar a sua vida, as ideias que ficam anos e anos se acumulando sem serem colocadas em prática precisam de uma avaliação para depois serem todos renovados.

Não estou propondo que você se aceite integralmente como é e ache que não precisa fazer nada para ter mais satisfação na vida. Estou dizendo que você deve se conhecer mais para poder usar tudo o que tiver aí dentro a seu favor, para que tenha uma vida mais feliz.

Seja honesto, avalie sua maneira de viver e coloque as mãos à obra para que as coisas mudem.

Dá trabalho, mas é muito recompensador.

E caso não goste da maneira como você é ou como está, procure alguém que possa ver de fora e lhe ajudar a entender mais de si mesmo, a encaixar as emoções que estão fora de ordem, a ver as coisas sob outros pontos de vista.

Seja seu melhor amigo!

Este é o único motivo pelo qual a vida pode valer a pena. E é a partir deste sentimento que tudo pode realmente mudar, para melhor, na sua trajetória.

Esta é sem dúvida a nossa maior riqueza.

abraçoemsi

Related posts

Leave a Comment